ZEN Surf. de Trem !!! Em ondas de viagens e informação ...

Zen surf de trem é um blog/coluna, que aborda de maneira jovial e sem compromisso, a realidade de um lugar diferente, os pensamentos de um sonhador e as informações de uma banda que luta em busca divulgar o seu som e sua ideologia . Um blog onde o debate é a palavra de ordem, do social a ufologia, sempre respeitando a opinião do próximo. Publicado em diversos jornais e sites do Mato Grosso do Sul.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Ponta Porã, a Princesinha dos Ervais.


      Nossa querida Ponta Porã está de aniversário, e não é qualquer aniversário, são cem anos de uma rica história, onde duas nações compartilham de peculiaridades e costumes únicos no coração da América do Sul.
      Conhecida como a mais paraguaia de todas as cidades brasileiras, Ponta Porã carrega entre algumas peculiaridades, a música, a gastronomia, os idiomas entrelaçados (espanhol, guarani e português) e uma linha imaginária dividindo os países, ao qual se tem a impressão de uma única cidade.
      Ponta Porã é terra de muitos povos, chineses, japoneses, taiwandeses, libaneses, turcos e o mais interessante, um fruto híbrido desta região, os brasiguaios, provando que os vestígios de uma antiga guerra entre os países se findou, e hoje o que se tem por aqui é a paz entre os povos.
      Sou filho desta terra, e me orgulho disso. Me decepciona ouvir as pessoas criticando nossa cidade, e muitas vezes querendo a todo custo ir morar longe daqui. Aliás, diz uma velha lenda guarani, que quem nasce na terrinha, morre nela, ainda que passe boa parte da vida em outro local, por final sempre acaba voltando.
      Nosso povo é acolhedor e hospitaleiro, contador dos melhores causos em uma roda de tereré. Mas dizem que a fronteira é violenta, e o tráfico de drogas fomenta desgraças! E eu respondo, e em qual local do planeta terra isto não acontece? Não que devemos nos acostumar com impunidades, mas destes 100 anos, participei de ¼ de vida da nossa cidade, e posso com certeza afirmar que aqui não existe bala perdida, a bala é sempre “acertada”. Um homem de bem dificilmente irá ter algum problema correlacionado ao banditismo e tráfico de drogas.  
      Falemos então de coisas boas, estamos localizados ao centro de duas grandes cidades, onde temos fácil acesso, Campo Grande e Assunção. Temos em nossa fronteira o charme de um clima andino, ainda muito pouco explorado pelo turismo. Quem não se impressiona com a nevoa branca que desce de uma hora pra outra aqui? Por falar em potencial turístico, somos sim um centro turístico de compras, porém precisamos ser mais regionalistas, pois, en la frontera solo hay un pueblo, somos uma só nação.
      Temos como diferencial, o fácil e rápido acesso as maiores tecnologias, no que se refere em eletro eletrônicos, e o melhor, a um custo infinitamente abaixo do mercado. Por falar em custo, o nosso custo de vida, é um dos mais em conta do estado.
      Se pudesse definir nossa cidade em uma só palavra, ela seria miscigenação. Dificilmente encontrará outra cidade como a nossa princesinha dos ervais, que teve seu desenvolvimento inicial, fomentado pela exploração dos campos de erva mate nativa, ganhando o apelido carinhoso nos anos iniciais de sua criação.
      Ponta Porã, que nestes próximos cem anos continue a passos firmes seguindo para o desenvolvimento social e cultural. Parabéns minha cidade!!!

João Caetano - Músico/Compositor,
Conselheiro municipal de cultura,
líder da banda Surfistas de Trem,
Economista e colaborador do JR.

Comente, critique, opine !!!
Não se cale, pois quem cala consente.
E-mail: surfdetrem@yahoo.com.br

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Discurso Che Guevara "La esperanza de un mundo mejor"

Você ainda acredita em um mundo melhor? Pense  bem, pois se você não acredita, quem fará isso ??? Che Guevara uma mente como a de poucos, pensava antes de mais nada no bem estar da coletividade, não o individualismo!!! Hasta siempre, viva la revolucion !!!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Surfistas de Trem apresentam o Show Moderna Música da Fronteira.

 
     No próximo dia 10 de julho, a banda fronteiriça Surfistas de Trem apresenta para toda a população da fronteira, o show Moderna Música da Fronteira.
       
     O show ocorrerá no Centro Internacional de Convenções, e encerrará a solenidade de Formatura de Violão Popular da FUNCESPP, que terá início ás 19 horas, contando com a presença de autoridades, familiares e os amantes da arte e cultura. 
 
      A show apresentado pelos Surfistas de Trem, é uma homenagem dos músicos a fronteira, e foi selecionado para ser apresentado no Festival América do Sul em Corumbá, em maio deste ano. A Moderna Música da Fronteira, retrata a nova cena musical da região, onde os músicos das vertentes alternativas tem focado para a produção autoral com uma forte influência nas peculiaridades da região de fronteira. 
 
      Esta nova fase da música da fronteira, tem sido destaque no estado, através das constantes participações, principalmente da banda, Surfistas de Trem em eventos e projetos da Fundação de Cultura do MS. 
 
      O show Moderna Música da Fronteira, é composto de músicas autorais da banda, além de canções que retratam o movimento desta nova fase da música moderna da fronteira, como Frontera, da banda Muchileiros e Como un ladrón, da banda pedrojuanina Tokomadera. 
 
      Os Surfistas de Trem convidam os fronteiriços, para apreciar este trabalho que nada mais é do que uma homenagem a nossa querida Princesinha dos Hervais.O show faz parte das comemorações oficiais do centenário de Ponta Porã.


João Caetano - Músico/Compositor,
Conselheiro municipal de cultura,
líder da banda Surfistas de Trem,
Economista e colaborador do JR.

Comente, critique, opine !!!
Não se cale, pois quem cala consente.
E-mail: surfdetrem@yahoo.com.br

Pratique o Zen Surfismo de Trem: Corpo são , mente sã (((((Em ondas de viagens e informação !!!))))

Loading...